Loading. . . (x)



PETIÇÃO


DISC JOCKEY / PROFISSÃO DE RISCO PARA A SAÚDE E DESGASTE RÁPIDO


Esta petição destina-se a ser apresentada à ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA PORTUGUESA, para que seja conferido aos DISC JOCKEYS em PORTUGAL o estatuto de profissão de risco e desgaste rápido, devido a todo o esforço e mazelas inerentes a esta profissão.

  1. Os dj´s portugueses receberam com apreço O PROJECTO LEI 474/XI (2), o qual preenche no seu todo, o que é pretendido nesta petição, projecto esse referente aos artistas bailarinos que, com todo o mérito, acreditamos irão ver os seus direitos reconhecidos.
  2. Os disc jockeys portugueses pretendem que seja referenciado o nome da sua profissão COMO PROFISSÃO DE RISCO E DESGASTE RÁPIDO, para que lhes sejam futuramente exigidos os mesmos deveres e conferidos os mesmos direitos tal como no projecto lei 474/XI QUE SATISFAZ PLENAMENTE OS NOSSOS DESEJOS na sua totalidade.
  3. Os Disc jockeys são reconhecidos como artistas de pleno direito (C.A.E.90010). Esta profissão, faz com que os djs sofram ou possam mais tarde sofrer desgaste rápido devido às horas de treino, pesquisa, trabalho em pé (estamos a falar que por norma um dj passa uma noite inteira em pé) que só por si é desgastante e ainda tem de permanecer CONCENTRADO no seu trabalho, muitas vezes praticamente parado. Recordamos que o trabalho nocturno exige muito mais do trabalhador, por isso normalmente é melhor recompensado, tendo por norma (direitos do trabalhador) necessidade de períodos de descanso mais prolongados, por vezes além dos abrangidos pela actual lei.

    NESTE CAMPO AS PRINCIPAIS MAZELAS SÃO A NÍVEL FÍSICO:

    NOS MÚSCULOS, COLUNA, VARIZES NAS PERNAS E PÉS E DANOS IRREVERSÍVEIS NAS ARTICULAÇÕES ENTRE OUTRAS CONFORME EXPLICÍTO NO TEXTO DE APOIO À PETIÇÃO.

  4. Sendo esta ARTE de CARÁCTER NECESSÁRIO PARA A INDUSTRIA HOTELEIRA EM PORTUGAL (mais de 10% do P.I.B), torna-se obrigatório exerce-la em condições ADVERSAS com níveis sonoros ALTÍSSIMOS que causam inúmeras MAZELAS A NÍVEL:

    • FÍSICO: PERDA DE AUDIÇÃO;

    • FISIOLÓGICO: ALTERAÇÕES DA PRESSÃO SANGUÍNEA, DO RITMO CARDÍACO E RESPIRATÓRIO E TENSÕES MUSCULARES;

    • PSICOLÓGICO: IRRITABILIDADE, STRESS, FADIGA, DIMINUIÇÃO DA CAPACIDADE DE CONCENTRAÇÃO.

  5. À semelhança de outros ARTISTAS “em nome da ARTE” é obrigatório, na maioria dos casos, deixar os ESTUDOS, FÉRIAS E NORMAL DESENROLAR DA VIDA COMO FAMÍLIA EM PROL DA PROFISSÃO, que exige TOTAL DEDICAÇÃO PARA TREINOS, PESQUISA CONSTANTE DE NOVAS MÚSICAS, PERSONALIZAÇÃO DOS TEMAS PARA PERSONALIZAR O SEU TRABALHO ARTÍSTICO E A CARGA HORÁRIA DE TRABALHO NOCTURNO. Neste ponto o STRESS CONSTANTE ao longo dos anos torna-se PROFUNDO e conhecido por BURNOUT.

    Todos sabemos que em regra geral todas as MAZELAS, incluindo o BURNOUT, VÃO PIORANDO DE ANO PARA ANO. O facto de ser ARTISTA CONTRATADO (maioria dos casos em Portugal) pode tornar-se DRAMÁTICO o recalcamento pessoal, em busca de contrabalançar com o avançar da IDADE e manter-se em COMPETIÇÃO EM RELAÇÃO AOS DJ´s MAIS NOVOS, COMO AS MAZELAS FÍSICAS, PSICOLÓGICAS E FISIOLÓGICAS.


Documento de apoio à petição

DISC JOCKEY / Profissão de risco para a saúde e de desgaste rápido

A finalidade deste texto, é a de chamar à atenção no que concerne à profissão Disc jockey, que não obstante de ser uma arte bonita, é como iremos demonstrar, uma arte perigosa para a saúde dos executantes. Relembramos também que somos Artistas de pleno direito na classificação Portuguesa de Profissões (C.P.P. 2010), pelo que o número para a profissão disc-jockey passou a ser: 26.59.1, o qual confere o direito de usar legalmente o C.A.E 90010, relativo a PROFISSIONAIS DAS ARTES DO ESPECTÁCULO.

Apresentaremos ao longo deste texto alguns “links” que permitirão ao leitor compreender melhor o DESGASTE FÍSICO, PSICOLÓGICO E FISIOLÓGICO criado pelo exercício da profissão, RISCOS que dela advêm, o que está estudado, implementado em diferentes sectores e/ou Países, em relação ao corpo HUMANO E OS PERIGOS DE TRABALHAR NAS CONDIÇÕES QUE SOMOS OBRIGADOS EM NOME DA DIVERSÃO NOCTURNA NECESSÁRIA E INDISPENSÁVEL, sendo do conhecimento GERAL os ESTUDOS E REFLEXOS NA SAÚDE HUMANA. Falamos em NECESSÁRIO E INDISPENSÁVEL, com base no facto de A INDÚSTRIA HOTELEIRA EM GERAL PRODUZIR MAIS DO QUE 10% DO PIB (PRODUTO INTERNO BRUTO) ONDE SE INSERE ÓBVIAMENTE O SECTOR DA DIVERSÃO NOCTURNA, para melhor compreender a importância na Europa (ler mais...). Por fim iremos demonstrar que queremos IGUALDADE de direitos em relação a OUTRAS profissões.

Este texto, estudo e PETIÇÃO, provêm da vontade dos disc jockeys profissionais, com base na necessidade e urgência da resolução do problema que afecta muitos dj´s.

Nunca é demais recordar que:

CLASSIFICAÇÃO DA PROFISSÃO DJ - PROJECTO CRIADO PELA APDJS E ACEITE PELO I.N.E

LICENÇA PARA DJS TRABALHAREM LIVREMENTE - PROJECTO PROPOSTO PELA APDJS E ACEITE PELA SPA E PASSMÚSICA

RECONHECIMENTO DA PROFISSÃO DJ COMO PROFISSÃO DE RISCO PARA A SAÚDE E DE DESGASTE FÍSICO RÁPIDO - PROJECTO APDJS PARA SER LEVADO À ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA, QUE SERÁ, ESTAMOS CONVICTOS, ACEITE PELOS REPRESENTANTES PARTIDÁRIOS.

Este texto servirá de apoio á petição, a qual visa levar o assunto à Assembleia da Republica. Os disc jockeys portugueses pretendem que seja referenciado o nome da sua profissão COMO PROFISSÃO DE RISCO E DESGASTE RÁPIDO, para que lhes sejam futuramente exigidos os mesmos deveres e conferidos os mesmos direitos tal como no projecto lei 474/XI QUE SATISFAZ PLENAMENTE OS NOSSOS DESEJOS na sua totalidade (ler mais...).

Vamos expor o assunto em 3 partes principais, sabendo que em alguns casos os mesmos estejam interligados, e que demonstram a dureza da profissão, desgastes físico e psicológico, que fazem desta ARTE uma profissão de RISCO PARA A SAÚDE E DE DESGASTE RÁPIDO.

  1. O SOM E SEUS EFEITOS NA SAÚDE HUMANA

    • AUSCULTADORES

      Muitos são ainda os que pensam que o facto de o DJ usar auscultadores está a beneficiar o mesmo em termos de protecção quanto ao som da pista de dança! Pois é exactamente o contrário! Em regra geral, os djs ouvem a mesma quantidade de som, tendo que, para bem misturar, ouvir em igualdade o som da música que vai entrar tal como o som da música que está a tocar na pista ou recinto, pois assim são as boas regras de um bom trabalho de disc jockey, todos os profissionais sabem e confirmam-no.

      No entanto, devido ao desgaste dos tímpanos ao longo dos anos, o dj vê se obrigado a ouvir mais quantidade sonora pelos auscultadores.

      A maioria dos dj´s para trabalhar e treinar, utilizam auscultadores de alto rendimento, denominados headfones profissionais, que podem debitar facilmente até 115dbs, o que equivale a prejudicar gravemente a saúde, podendo causar surdez, zumbido, e em alguns casos tinnitus, logo a partir dos primeiros 15 minutos, conforme estudos o comprovam (ler mais...).

    • PISTA DE DANÇA

      Não é por acaso que na América nos locais de dança (danceterias, discotecas e bares em geral) ESTÃO AFIXADOS CARTAZES OBRIGATÓRIOS com o seguinte aviso na porta: “AQUI VOCÊ ESTÁ SUJEITO À SURDEZ” (ler mais...). Em Portugal apenas em alguns concertos de grande porte é fixada uma barreira de protecção para evitar alguns males maiores, tais como ALTERAÇÕES HORMONAIS, PRESSÃO ARTERIAL E ATÉ MESMO CAUSAR EFEITOS NEFASTOS A NÍVEL DE FISIOLOGIA DO ORGANISMO (ler mais...). Aqui fica o resultado de ALGUNS EXAMES/ ESTUDOS FEITOS (ler mais...). Na Alemanha fora realizada uma pesquisa em mais de 4000 (quatro mil) pacientes cardíacos, o que levou à conclusão de que as pessoas que vivem ou trabalham em ambientes muito barulhentos, correm um risco 50% maior que os demais de sofrer ataques cardíacos. Os pesquisadores concluíram que os problemas cardíacos são causados pela maior libertação de hormonas ligadas ao stress provocado pelo barulho. É interessante notar que a maior parte das ocorrências de problemas cardíacos foi em trabalhadores de empresas com níveis de ruído próximos dos 85 decibéis, considerados saudáveis pelas normas internacionais de segurança e saúde. (ler mais...) Ou patente nas NORMAS REGULADORAS BRASILEIRAS ((ler mais...).


    Sendo assim, as doenças causadas por ruído ou som (a níveis USUAIS) em bares e discotecas são, na generalidade, divididos em três grupos:

    • Efeitos FÍSICOS -PERDA DE AUDIÇÃO;

    • Efeitos FISIOLÓGICOS- ALTERAÇÕES DA PRESSÃO SANGUÍNEA, DO RITMO CARDÍACO, RESPIRATÓRIO E TENSÕES MUSCULARES;

    • Efeitos PSICOLÓGICOS – IRRITABILIDADE, STRESS, FADIGA, DIMINUIÇÃO DA CAPACIDADE DE CONCENTRAÇÃO (ler mais...).

  2. POSTURA - TRABALHO EM PÉ SOBRE ESFORÇO

    O trabalho em pé, só por si já exige um maior esforço, mas o trabalho em pé por tempo prolongado (NORMALMENTE UMA NOITE INTEIRA) proporciona o risco precoce no aparecimento de VARIZES nos pés e pernas, DORES ou LESÕES na região lombar, sensações DOLOROSAS nas superfícies de contactos ARTICULARES, devido ao peso do corpo (PÉS, JOELHOS E ANCAS) (ler mais...). Não esquecer que o trabalho em pé estático exige pela parte do trabalhador (devido a TORSÕES,VISUAL OU MOVIMENTOS RESTRITOS) um esforço EXTRA de mais de 30% de PRESSÃO SOBRE OS DISCOS INTERVERTEBRAIS, segundo NACHEMSON E ELFSTROM NO SEU ESTUDO FEITO EM 1970, a posição em pé parada além de ser ALTAMENTE FATIGANTE, exige muito trabalho de MUSCULATURA envolvida para manter essa posição, e OBRIGA A UM ESFORÇO EXTRA DO CORAÇÃO que encontra MAIORES RESISTÊNCIAS PARA BOMBEAR sangue para as extremidades do corpo (ler mais...) ou ainda (ler mais...).

  3. STRESS E BURNOUT

    A necessidade de o disc-jockey se AFIRMAR constantemente no mundo da diversão, o NÚMERO EXCESSIVO DE HORAS DE TREINO, TRABALHO, PESQUISA OU AINDA PARA TRANSFORMAR TEMAS (que está em voga na PRAÇA), conforme acima referimos no ponto 2 e o barulho ALTÍSSIMO REFERIDO referido no ponto 1, cria no DISC JOCKEY níveis elevados de stress e não só.

    Talvez o termo BURNOUT não seja conhecido mas é REAL! A maior parte dos dj´s SOFRE deste SÍNDROME, conforme provado pelas reacções dos profissionais no dia a dia (quem não conhece dj´s que se queixam muitas vezes de DOR DE CABEÇA e DISTÚRBIOS DE SONO, posturas ou reacções de EXAUSTÃO, ISOLAMENTO e ou DEDICAÇÃO EXCESSIVA OU TOTAL À PROFISSÃO POIS ELA É A ÚNICA MEDIDA DE AUTO ESTIMA), resultado de estudos feitos por profissionais QUALIFICADOS NA ÁREA de PSIQUIATRIA E PSICOTERAPIA, onde referem os ARTISTAS (ler mais...).



Download da ficha da petição

Download do texto da petição

FONTES:
http://super.abril.com.br/saude/silencio-som-demais-causa-poluicao-sonora-438877.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fones_de_ouvido
http://www.slideshare.net/Rikyman/ruido-3430155
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/corpo-humano-sistema-sensorial/audicao-11.php
http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/10_cd_al.pdf
http://www010.dataprev.gov.br/sislex/paginas/05/mtb/15.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%ADndrome_de_Burnout
http://www.dgs.pt/upload/membro.id/ficheiros/i006345.pdf
http://osha.europa.eu/pt/sector/horeca/index_html
http://www.anet.pt/downloads/DAR_II_Serie_A_num_58.pdf



Junta-te à APDJS no apdjs