Loading. . . (x)




FONTE: http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/governo/

EXTRADO DO DOCUMENTO: www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/7_pagina_saude_do_trabalhador_1255004550.doc


NORMA TCNICA PARA O TRABALHO EM P E SENTADO



As posturas gerais bsicas


Nachemson e Elfstrom em 1970, citado pelo Ministrio do Trabalho e Emprego (2004) em relao influncia sobre a postura sentada ou em p, devido aos movimentos dos segmentos corporais, demonstraram que inclinaes do tronco para frente, ou tores do tronco, devido s exigncias da tarefa (visuais ou de movimentos) levam a um aumento de mais de 30% de presso sobre o disco intervertebral.

A posio parada em p altamente fatigante porque exige muito trabalho esttico da musculatura envolvida para manter essa posio. O corao encontra maiores resistncias para bombear sangue para os extremos do corpo. As pessoas que executam trabalhos dinmicos em p, geralmente apresentam menos fadiga que aquelas que permanecem estticas ou com pouca movimentao (Iida, 1992).

A postura em p no pode usualmente ser mantida por longos perodos e as pessoas recorrem ao uso assimtrico das extremidades inferiores, usando alternadamente a perna direita e esquerda como principal apoio. provvel que assim procedam a fim de lidar com as inadequaes de suas circulao venosa e arterial ou com vistas a manter uma reduzida lordose, com conseqente reduo de foras compressivas sobre as articulaes apofisrias (Adams e Hutton citado por Oliver e Middleditch, 1998).



Junta-te à APDJS no apdjs